Quinta, 23 de Maio de 2024
°

Saúde Dengue

Piauí tem 23 mil casos notificados e 12 mortes por dengue em 2022

O boletim é referente à 33ª semana epidemiológica do ano de 2022.

29/08/2022 às 14h55 Atualizada em 29/08/2022 às 14h58
Por: Cleber Araújo Fonte: Cidade Verde
Compartilhe:
Piauí tem 23 mil casos notificados e 12 mortes por dengue em 2022

 

 

O Piauí já registra 12 mortes e 23.956 casos notificados de dengue em 207 municípios do estado, o que representa um aumento de 677% nas notificações, segundo dados do boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) nesta segunda-feira (29).

O boletim é referente à 33ª semana epidemiológica do ano de 2022. Os dados do boletim apresentam os números atualizados referentes às notificações de casos prováveis de dengue, Zika vírus e Chikungunya dentro do Piauí do início do ano até esta última semana.

A relação à dengue, os dados apontam um aumento de 677% na quantidade de notificações, já que até a última semana deste ano foram registrados 23.956 casos notificados em 207 municípios, enquanto que em 2021, no mesmo período, foram 3.083 notificações em 106 cidades.

Em 2022 já foram registrados 12 óbitos por dengue em 4 municípios piauienses, sendo 1 em Pedro II, 1 em Pio IX, 1 em São Miguel da Baixa Grande e 9 em Teresina.

O estado vem enfrentando nas últimas semanas uma redução nos casos. “Percebemos que desde a última semana de abril, 17ª semana epidemiológica, o número de notificações nos sistemas de informação vem reduzindo cada vez mais, o aumento que registramos é comparado aos registros do ano passado. Essa redução de notificações mostra que os casos devem continuar caindo. Para isso, além das ações do poder público, precisamos que a população continue ajudando no enfrentamento ao mosquito transmissor”, explicou Ocimar Alencar, supervisor de entomologia da Sesapi.

Os municípios que registraram a maior incidência, levando em consideração a quantidade populacional, foram: Novo Santo Antônio; Wall Ferraz; Massapê do Piauí; Antônio Almeida e Patos do Piauí.

O secretário estadual Neris Júnior, disse que é importante a população ficar atenta para eliminar os criadouros. “Estamos analisando e mantendo contato com nossas cidades para tomarmos as melhores medidas e estratégias para reduzir os casos de dengue e chikungunya, nesse trabalho, o apoio da população é essencial, uma vez que a literatura mostra que mais de 70% dos criadouros são identificados em ambientes domésticos, sendo assim, a limpeza de nossas casas é uma das melhores formas de combate ao mosquito”, reforçou o secretário.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.