Terça, 16 de Agosto de 2022
33°

Poucas nuvens

Pedro II - PI

Polícia Altos/PI

16 presos, integrantes de facção criminosa, fogem de presídio, em Altos

A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Justiça (Sejus).

05/08/2022 às 16h19 Atualizada em 05/08/2022 às 16h41
Por: Cleber Araújo Fonte: G1 Piauí
Compartilhe:
Foto: Campo Maior em Foco
Foto: Campo Maior em Foco

 

 

Dezesseis detentos fugiram, na noite dessa quinta-feira (4), da Casa de Detenção Provisória Capitão Carlos José Gomes de Assis, na cidade de Altos, distante 38 km de Teresina. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Justiça (Sejus).

Os fugitivos foram identificados como: Maicon Pereira da Silva, Davi Albuquerque de Sousa Barros, Iago Oliveira da Silva, Murilo Gabriel Oliveira Gomes, Jeremias Oliveira Nascimento, Carlos Adriano da Cruz Silva, Paulo Sergio Gomes dos Santos, Mateus Pereira da Silva, José Hilson Alves de Sousa, Willames da Conceição Alves, Josué Sena Rosa, Leandro Alves de Araujo, Lailson Dias Almeida, Gustavo Martins de Sousa, Guilherme da Silva Ribeiro Paz e Roberto Wilamy Pereira dos Santos. Em nota, a Sejus destacou ainda que investiga a dinâmica da fuga e que as forças de segurança do Estado trabalham para recapturar os presos.

Na última terça-feira (2), a Sejus deflagrou a Operação Translatio, que remanejou quase 200 presos nas cidades de Teresina e Altos, entre a Penitenciária Irmão Guido, o Centro de Detenção Provisória e Altos e a Cadeia Pública de Altos.

O objetivo da operação, segundo o secretário de Justiça do Piauí, Carlos Edilson, foi combater e evitar ações de organizações criminosas no sistema prisional.

"Nossa Diretoria de Inteligência identificou uma possível articulação de presos em nossas unidades e o intuito da operação foi desarticular esse grupo criminoso. Agimos dentro da legalidade e com todo o aparato da segurança pública em prol da estabilidade e da disciplina em nossas unidades penais", explicou na ocasião.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.