Sábado, 22 de Junho de 2024
°

Educação Educação

Alunos do curso de ADS do IFPI de Pedro II levam robótica educacional para escolas da Lagoa de São Francisco

O objetivo desse curso de extensão foi incentivar e popularizar a robótica, a programação de computadores, a ciência e o desenvolvimento de tecnologia no interior do Piauí.

19/06/2023 às 18h19 Atualizada em 19/06/2023 às 18h55
Por: Gustavo Mesquita
Compartilhe:
Alunos do curso de ADS do IFPI de Pedro II levam robótica educacional para escolas da Lagoa de São Francisco

 

 

 

No último sábado, dia 17 de junho, alunos do curso superior de tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas do Campus Pedro II, vinculado ao Instituto Federal do Piauí (IFPI), ministraram um curso de extensão de Robótica Educacional para crianças matriculadas entre o 5º e o 9º ano na escola municipal Regino Gomes, localizada na comunidade Córrego, município de Lagoa de São Francisco.

Sob a orientação do professor Anderson dos Reis Barros, os alunos Antonio Pablo, Esmeralda de Sousa, Lincoln César, Louhane Batista, Maria Ranykelle e Yara Beatriz, do curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, levaram seus conhecimentos em robótica educacional para os estudantes do ensino fundamental da Unidade Escolar Regino Gomes.

Essa iniciativa, resultado de uma parceria entre o Campus Pedro II e a prefeitura do município de Lagoa de São Francisco, representada pelo secretário municipal de educação Oziel Santos, teve o apoio logístico da diretora Francisca Maria Chaves, que garantiu que tudo ocorresse de forma satisfatória.

O objetivo desse curso de extensão foi incentivar e popularizar a robótica, a programação de computadores, a ciência e o desenvolvimento de tecnologia no interior do Piauí. A ação marca o início de uma série de minicursos de robótica educacional que serão realizados em mais escolas do município, levando diversão e conhecimento para as crianças.

Como atividade final do curso, os alunos participaram de uma competição de luta de robôs, na qual os robôs produzidos durante o minicurso foram colocados à prova. Essa competição serviu como uma atividade avaliativa e proporcionou aos estudantes uma experiência empolgante e desafiadora.

Essa iniciativa evidencia a importância da parceria entre instituições de ensino e o poder público na promoção da educação e no estímulo ao aprendizado de disciplinas relacionadas à tecnologia. Além disso, ressalta o papel da robótica educacional em desenvolver habilidades fundamentais nos estudantes, como criatividade, trabalho em equipe, raciocínio lógico e resolução de problemas.

Nos próximos dias, os minicursos de robótica educacional continuarão a ser realizados em outras escolas da sede e de outras localidades do município, ampliando ainda mais o alcance dessa iniciativa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.