Sábado, 20 de Abril de 2024
°

Cultura Coluna do Ernâni

A segunda edição do SALIP2 é uma conquista de todos nós (Ernâni Getirana)

ERNÂNI GETIRANA (@ernanigetirana) é professor, poeta e escritor. É autor de inúmeros livros, dentre eles “Debaixo da Figueira do Meu Avô”. É membro da APLA, ALVAL, UBE-PI e do IHGPI.

15/03/2024 às 13h06
Por: Ernani
Compartilhe:
A segunda edição do SALIP2 é uma conquista de todos nós (Ernâni Getirana)

 

Quando se fala em salão de livro no Piauí, a primeira coisa que nos vem à cabeça é a sigla SALIPI (Salão do Livro do Piauí), maior evento da categoria no estado e, eu diria, em boa parte da região nordeste do país. Os quatro cavalheiros que tornaram esse evento possível foram os professores Cineas Santos, Welington Soares, Nilson Ferreira e Luis Romero. Deixemos, porém que o próprio Cineas diga como tudo começou: “Os três mosqueteiros vinham apresentar-me uma “boa ideia” e esperavam, naturalmente, contar com a minha pronta adesão. Queriam retomar o projeto Língua Viva, tocado por mim, a duras penas, durante cinco anos. Wellington queria algo mais ousado: pretendia criar um salão de livros no Piauí. A ideia era realmente muito boa, faltava apenas encontrar quem se dispusesse a bancá-la. Ressabiado com a dolorosa experiência do Língua Viva, comentei em tom de blague: “por favor, incluam-me fora disso”. Nenhum dos três deu a mínima ao calejado professor e em 30 de junho de 2003 abria-se ao público o I SALIPI.

Ora, nós aqui em Pedro II desde a segunda metade da década de 1970, como secundaristas, que pelejávamos para fazermos nas férias de julho eventos culturais. A geração anterior à nossa fizera algumas coisas interessantes, pequenos festivais de música e poesia, debates culturais, etc.. Criamos a AUP (Associação dos Universitários de Pedro II) nos idos de 1980 e, aí, sim, alguns eventos em parceria com estudantes de Campo Maior e Piripiri realizamos noites culturais na Praça da Bonelli e no JAUP (Atual auditório Padre Norberto).

Nos idos de 1990 o professor Afonso Getirana coordenou o FEMUPOK – Festival de Música e Poesia Kolping (Praça da Igreja). Em suas doze edições esse festival sempre contou com a presença do professor Genuíso Sales que fazia discursos, declamava poemas e custeava algumas premiações. O grupo musical Irmãos Saraiva nasceu nesse festival. Nesse último 12 de março realizou-se na Câmara Municipal de Vereadores de Pedro II a solenidade de lançamento do II SALIP2 (Salão do Livro de Pedro II). A primeira e única vez que o salão ocorrera foi em 2016, gestão da então prefeita Neuma Café. A APLA (Academia Pedro-segundense de Letras e Artes), fundada em 2004, e co-realizadora juntamente com a Fundação Quixote e prefeitura de Pedro II realizaram o I SALIP2 naquele ano. Esta academia vinha, juntamente com um grupo de poetas, escritores e leitores de Pedro II, buscando apoio junto ao poder executivo municipal, assim como junto ao poder legislativo para aprovação de uma Lei que tornasse o SALIP2 um evento anual no calendário cultural do município. Isso aconteceu finalmente. O Salão do Livro de Pedro II (SALIP2) vai acontecer todos os anos respaldado pela Lei Municipal nº 1.416, de 28 de março de 2023, ‘aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pela prefeita Betinha Brandão’.

O SALIP2 é um evento pleno de significado e resultante de muita luta, como costumam dizer durante eventos literários da academia os ex-presidentes Ernâni Getirana e Marlene Rodrigues, responsáveis pela entrega do ofício que solicitou à prefeita Betinha Brandão a criação da Lei acima referida. Para o atual presidente da APLA, Pedro Barros, o II SALIP2 é resultado de uma luta coletiva, uma corrida de bastão. Já o acadêmico Wilson Brandão ressalta o fato de que o SALIP2 joga luz sobre a rica cultura produzida em Pedro II por seu povo.

O slogan do salão nesse ano é “O brilho das letras e das artes na terra da opala”. Na verdade esse bastão literário a que se refere o presidente da APLA conta com o apoio da prefeitura, parceira de primeira hora, através da SEMED (secretária Helany Max e equipe), com apoio da SECULT (secretária Iris Milu e equipe) e da SECOM (secretário Márcio Lobão e equipe). Ressalte-se o empenho essencial da prefeita Betinha Brandão e do deputado Wilson Brandão, que é também acadêmico da APLA e da APL (Academia Piauiense de Letras). Em sua segunda realização o SALIP2 homenageia os professores Wilson de Andrade Brandão e Francisco Genuino de Sales, ambos intelectuais pedro-segundenses de renome nacional e já falecidos. Terá a participação de nomes de peso de da cultura do estado do Piauí como: professores Cineas Santos, Luiz Romero, Viriato Campelo, Ernâni Getirana, Dilson Lages e Mestre Joames, acadêmico Wilson Brandão e as professoras Jasmine Malta e Gerciane Lima. A programação contempla a noite de 22 de março (sexta), o dia de 23 de março (sábado) e a manhã do domingo, 24 de março.

Durante todo o dia de 23 de março haverá stands na Praça Domingos Mourão com venda de livros e trabalhos artísticos. À noite, saraus com música ao vivo. Na manhã de domingo a praça estará entregue às crianças (livros, brincadeiras, etc.). Haverá ainda uma mostra lítero-cultural de Pedro II organizada pelo professor e pesquisador Afonso Getirana Concurso de poesia Poeta Valdemar Nunes, concurso de Redação Dra. Eugênia Oliveira, concurso de desenho professora Raimunda Carvalho (todos falecidos). Em seu pronunciamento no lançamento do evento, a secretária Helany Max disse do seu empenho e alegria em poder contribuir para a realização do mesmo, enquanto a prefeita Betinha disse da importância do evento para as crianças, jovens e povo em geral do município. A vereadora Esmaela Macêdo representou o legislativo local na solenidade de lançamento do SALIP2, que teve como cerimonialista o radialista Sales Neto. Um público composto por amantes da literatura se fez presente e saboreou um gostoso coquetel. O patrono ad aeternum do SALIP2 é o desembargador Tomaz Campelo, fundador juntamente com o escritor Herculano Moraes da APLA. Nossos votos de um belo e marcante II SALIP2. (*) Fotos: Isabel Cruz.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Cultura com Profº Ernâni Getirana
Cultura com Profº Ernâni Getirana
Sobre Ernâni Getirana, professor, lecionou na UESPI e Faculdade Santo Agostinho, aposentado na Rede Estadual de Educação, Ecoescola Thomas a Kemps. Ainda na ativa na Rede Municipal de Educação de Pedro II. Formado em Letras pela UFPI, graduado em Meio Ambiente pela UnB, graduado em Educação pela UFRJ, mestre em Políticas Públicas pela UFPI. Membro das academias: Vale do Longá e Pedrossegundense de Letras e Artes. É poeta e escritor, autor de vários livros, dentre eles “Lendas da Cidade de Pedro II”.
Atualizado às 21h00 - Fonte: ClimaTempo
°

Mín. ° Máx. °

Dom °C °C
Seg °C °C
Ter °C °C
Qua °C °C
Qui °C °C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes